JORNALISTA ALEXANDRE CÂMARA LANÇA VIDEOPOEMAS NAS REDES SOCIAIS PARA DIVULGAR SUA OBRA LITERÁRIA


O jornalista e escritor alagoano Alexandre Câmara está veiculando poemas contidos em seus cinco livros através de videopoemas nas redes sociais. Em diferentes locações, e através de uma câmera de celular, Alexandre grava interpretando seus versos, e nas informações das postagens ele divulga o nome do livro e do poema. “Comecei a fazer isso tem apenas uma semana e tenho achado boa a receptividade. Já estava mais do que na hora de divulgar, porque o Coração Selvagem, que é meu primeiro livro, tem poemas inéditos que são ainda de 1985”.



São quatro livros digitais, no seu blog (alexandreloucoamor.blogspot.com): o Coração Selvagem, Do Amor Inocente, Pedra de Rio e Louco de Amor. E na gaveta, o último, Lágrimas de Sangue. “Na verdade esses livros digitais estão num site grátis, de forma que não tem como ter um projeto gráfico arrojado. Eles estão dispostos de maneira simples, mas são a minha vida, a coisa mais importante que já fiz e a que tenho mais amor. São o meu tesouro, o meu mais caro bem material”, esclarece Alexandre.

Perguntei pra ele porque nunca lançou um livro físico. “Sempre quis, mas é preciso ter grana para isso, e nunca tive. Também nunca corri muito atrás, de fato. Esta semana recebi um convite para discutir esta possibilidade. Estou aguardando ansiosamente (risos)”, afirmou.

Quis saber como surgiu essa ideia dos videopoemas. “Hoje tudo é rede social. Como o blog é limitado e não me dá a visibilidade necessária, resolvi então postar. Mas não queria postar escrito, porque, me parece, não desperta muito interesse. Então resolvi usar o vídeo, que me dá todas as possibilidades de arte numa só”, esclarece Alexandre Câmara.

A utilização das redes sociais são apenas o começo, uma mídia complementar para Alexandre. Seu objetivo é o YouTube. “Na TVCom Maceió (canal 12 da NET TV), do Paulo Cajueiro, tive por dois anos, um programa de entrevistas. Quero levar esta experiência para o YouTube num programa diversificado, onde entrarão os videopoemas e outras coisas)”. O expectativa de Alexandre, lá na ponta, é atrair os milhares de likes tão desejados hoje em dia, e que dão dinheiro, viu?

Bem, o mais importante desta estória toda, pelo menos para nós videoexpectadores, é que estamos tendo a oportunidade de conhecer sua obra literária, que consta de mais de 500 poemas escritos “com o próprio sangue”, como ele mesmo diz.