Eduardo Tavares rejeita palanque com três taturanas


O ex prefeito de Traipu, Eduardo Tavares não aceitou ser candidato a federal pelo PRTB já que havia um esquema articulada pelo palácio do Zumbi de juntá-lo com Antônio Albuquerque, Isnaldinho Bulhões e Paulão (Lula) do PT.



Os três foram envolvidos na operação Taturana, onde AA foi considerado o chefe da quadrilha.

A demais, disse Eduardo, pior ainda é que o ex prefeito de Traipu, Marcos Santos que irá apoiar Albuquerque e seu filho Nivaldinho. Marcos foi envolvido com sua esposa na operação Caranga e a justiça já determinou a prisão e a perda de bens como uma fazenda.

Tavares não tinha como justificar em Traipu no palanque com essas figuras envolvidas no maior escândalo da Assembleia Legislativa.