Tereza Nelma promoverá segunda audiência pública para debater a concessão do Cartão Bem Legal


Com a finalidade de acompanhar o que está sendo feito, por parte da SMTT, para minimizar os diversos problemas que os usuários do Cartão Bem Legal estão passando em Maceió, a vereadora Tereza Nelma promoverá uma segunda audiência pública para debater essa evolução. A audiência acontecerá na próxima segunda-feira, 06 de agosto, às 9h, no Senac do Poço.



Na primeira audiência pública, também promovida por Tereza Nelma no final do mês de maio, diversos usuários, como pessoas com deficiência e com doenças incapacitantes, deram seus depoimentos afirmando não estarem mais tendo direito à gratuidade, mesmo que estabelecido pela Lei Municipal nº 6.370/15. Representantes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, que estavam presentes, se comprometeram em analisar cada caso e, principalmente, humanizar o atendimento aos usuários.

Segundo Tereza Nelma, esse segundo momento será de extrema importância, porque será uma oportunidade da SMTT apresentar suas evoluções, desde maio. “ Os representantes de entidades, associações e sociedade civil em geral, estão bastante envolvidos com a causa. É um direito que não está sendo garantido e ainda prejudica a locomoção dessas pessoas, que quase sempre utilizam o transporte coletivo para ir ao médico e realizar tratamentos essenciais. Os relatos da última audiência foram muito tristes. Houveram casos de pessoas que perderam o benefício porque a renda familiar ultrapassou R$ 2,00 do limite permitido, por exemplo.”, afimou.

No final do mês de Julho, Tereza Nelma esteve no posto de atendimento da SMTT, na companhia de representantes de entidades ligadas as pessoas com deficiência, para junto ao assessor técnico da Divisão de Cadastro de Transportes da SMTT, Zenildo Filho, acompanhar as mudanças já realizadas até o momento.

“As mudanças são gradativas, claro. Umas serão implantadas mais facilmente e outras necessitam de um maior planejamento. Mas isso não significa que não vamos cobrar da SMTT essas mudanças. Vi que já foi implantado um guichê especial para crianças, pessoas com deficiência, patologias e idosos. Mas ainda é preciso mais. Todas essas questões serão também debatidas na próxima audiência, no dia 06.”, completou Tereza Nelma.