Bernardino Souto Maior iniciou no jornalismo aos 17 anos, em 1968, na rádio Educadora Palmares fazendo esporte. Passou pelos jornais: Correio de Maceió, Semanário Desafio, Jornal de Alagoas e Tribuna de Alagoas (extintos) e Jornal Gazeta de Alagoas.

Palmeira dos índios | Prefeito aceita as desculpas e desiste da ação contra cidadão

Um cidadão por nome de Fernando José promoveu ofensas, calúnias e ataques ao prefeito palmeirense, Júlio Cezar, que procurou a Justiça para reparar os danos causados nas redes sociais a sua imagem. Arrependido, Fernando José, fez acordo extrajudicial com a defesa da vítima e gravou vídeo se retratando. Que sirva de exemplo a outras pessoas…

Nivaldo Albuquerque deixa de fora Limoeiro de Anadia de doação

Um fato bastante inusitado aconteceu diante a pandemia que nos encontramos. O deputado Federal Nivaldo Albuquerque (PTB), conseguiu cinco respiradores no ministério da Saúde para os municípios: Maravilha, Belo Monte, Maribondo, Major Izidoro e Passo de Camaragibe. O que intriga, é que Albuquerque, mesmo sendo filho da terra, decidiu deixar de fora a cidade de Limoeiro de…

Deputado Marcelo Beltrão solicita linha de crédito para taxistas intermunicipais

Reuniões com Agência Desenvolve e Arsal também trataram sobre a possibilidade de redução da burocracia para acesso à linha de crédito junto aos transportadores complementares Em meio à pandemia da Covid-19, deputado Marcelo Beltrão vem trabalhando para minimizar o efeito da crise para os transportadores intermunicipais. Após receber diversas solicitações da categoria, tanto os complementares,…

Prefeito se reúne com representantes do comércio para discutir Plano de Ação

O prefeito Júlio Cezar se reuniu na última quarta-feira (1) com representantes do setor produtivo e do comércio de Palmeira dos Índios para discutir um Plano de Ação, com a preparação da abertura gradual do comércio local, mediante futuras medidas governamentais do Estado. A flexibilização defendida pelas entidades ocorre devido à curvatura da doença mostrar…

A greve dos entregadores de aplicativo representa o primeiro de maio para trabalhadores super explorados.

Ex-superintendente Regional do Trabalho em Alagoas Eis que no meio da pandemia, em tamanha polêmica do abre e fecha de estabelecimentos comerciais, bem como do descaso dos governantes que pouco ou em nada se preocupam, nem com saúde, nem como economia, fui surpreendido por uma pergunta interessante: quem não tem emprego, pode fazer greve? A…